Taxas MB Way

Parece que vieram mesmo para ficar –  as taxas dos bancos em relação ao serviço MB Way estão aí.

O pagamento de serviços com recurso à aplicação MB Way é cada vez mais frequente tendo atingido já este ano o número redondo de 1 milhão de utilizadores de acordo com o mais recente Relatório dos Sistemas de Pagamentos.

O SIBS, empresa que gere a rede multibanco e que criou a aplicação, lançou o serviço sem custos, tanto para utilizadores como para os bancos. Mas o cenário como todos sabemos poderá ter os dias contados. Alguns dos bancos nacionais que disponibilizam esta funcionalidade aos portugueses já inscreveram comissões nos seus preçários – exceto o Banco Santander Totta, o Activobank e o Bankinter que pela voz das suas administrações garantiram não tem previsto cobrar nenhum custo associado ao uso do serviço MB Way.

Contudo o anúncio do BPI, que desde o início do mês de Maio de 2019 passou a cobrar 1,248 euros por cada transferência, fazendo soar os alarmes entre utilizadores da app. (esta comissão apenas se aplica às contas sem vinculação. Por exemplo contas valor, com ordenado domiciliado continua a ser de borla)

Parece que vieram mesmo para ficar -  as taxas dos bancos em relação ao serviço MB Way estão aí.  O pagamento de serviços com recurso à aplicação MB Way é cada vez mais frequente tendo atingido já este ano o número redondo de 1 milhão de utilizadores de acordo com o mais recente Relatório dos Sistemas de Pagamentos. O SIBS, empresa que gere a rede multibanco e que criou a aplicação, lançou o serviço sem custos, tanto para utilizadores como para os bancos. Mas o cenário como todos sabemos poderá ter os dias contados. Alguns dos bancos nacionais que disponibilizam esta funcionalidade aos portugueses já inscreveram comissões nos seus preçários – exceto o Banco Santander Totta, o Activobank e o Bankinter que pela voz das suas administrações garantiram não tem previsto cobrar nenhum custo associado ao uso do serviço MB Way.  Contudo o anúncio do BPI, que desde o início do mês de Maio de 2019 passou a cobrar 1,248 euros por cada transferência, fez soar os alarmes entre utilizadores. Mas antes de entrarmos em pânico vamos olhar para os aspectos positivos do MB Way e que se mantêm gratuitos caso as comissões avancem na grande parte dos bancos:  as compras online com número de telefone são grátis; as compras com cartão MB NET são grátis; as compras com QR code ou encostando o telemóvel são grátis; os levantamentos no multibanco são grátis; dos 14 bancos aderentes em Portugal apenas 1 (Totta) está a cobrar comissões.

 

Mas antes de entrarmos em pânico vamos olhar para os aspectos positivos do MB Way e que se mantêm gratuitos caso as comissões avancem na grande parte dos bancos:

  • as compras online com número de telefone são grátis;
  • as compras com cartão MB NET são grátis;
  • as compras com QR code ou encostando o telemóvel são grátis;
  • os levantamentos no multibanco são grátis;
  • dos 14 bancos aderentes em Portugal apenas 1 está a cobrar comissões.

 

Custos de transferências através do MB Way:

Nesta tabela compilamos os vários custos publicados em cada banco apesar de nem todas as entidades bancárias os colocarem em prática.

BancosPrópria instituiçãoOutra instituição
Activo BankGratuito1,50 €
Banco Privado AtlânticoGratuitoGratuito
BankinterGratuitoGratuito
BBVAGratuito1 €
BestGratuitoGratuito
BIGGratuitoGratuito
BPI0,20 €0,20 €
CGD0,20 €0,20 €
Crédito AgrícolaGratuitoGratuito
Banco CTTGratuitoGratuito
Deutche BankGratuitoGratuito
EuroBicGratuitoGratuito
Millenium bcpGratuito1,30 €
Montepio 0,20 €0,20 €
Novo Banco 0,15 €0,15 €
SantanderGratuitoGratuito

Dados recolhidos a 25 de maio de 2019 a partir dos Folhetos de Comissões e Despesas de cada instituição.

Conforme é possível observarmos, das 16 instituições financeiras em Portugal que permitem o uso da app, mais de metade isentam totalmente os consumidores de despesas associadas a transferências via MB Way. 

E caso todos os bancos comecem a cobrar comissões?

Caso todos os bancos um dia comecem a cobrar pelas transferências pode sempre optar por outra opção de nome Revolut ou N26. Soluções em bancos digitais que de momento também isentam os consumidores de taxas em qualquer tipo de transferência.

 

Em resumo, estas comissões impostas pelo BPI apenas irá ser prejudicial e em grande parte aos próprios bancos e que aí optem. Uma vez que irão perder vários clientes que irão começar a usar outros bancos no dia a dia e com isso vão perceber que há alternativas mais baratas no mercado. Correndo o óbvio risco de se tornarem inúteis especialmente junto dos clientes mais jovens.

 

Avatar

Cristiano Lucas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.