Pagamentos da Segurança Social: Datas

Mês de Maio não é só sinónimo de IRS até porque acabaram de ser lançadas as datas de pagamento da Segurança Social no mês de maio.

Fique a conhecer as datas de pagamentos da Segurança Social em maio e saiba quando recebe o seu apoio social.

Resultado de imagem para pagamentos da segurança social

 

DATAS DE PAGAMENTOS DA SEGURANÇA SOCIAL EM MAIO


 

Maio 2019
PrestaçãoMeio de pagamento
Transferência bancáriaCarta-chequeVale de correio
Prestações Familiares16 de maioNão aplicável no ContinenteA partir de 16 de maio
Rendimento Social de Inserção23 de maioNão aplicávelA partir de 23 de maio
Complemento Solidário para Idosos 08 de maioNão aplicávelA partir de 08 de maio
1º Pagamento

Desemprego/ Doença/ Parentalidade

16 de maioA partir de 16 de maioNão aplicável
2º Pagamento

Desemprego/ Doença/ Parentalidade

28 de maioA partir de 28 de maioNão aplicável
Prestação Social para a Inclusão08 de maioA partir de 08 de maioNão aplicável
Ação Social23 de maioA partir de 23 de maioNão aplicável
Doença Profissional: Pensões e Subsídios31 de maioNão aplicávelA partir de 31 de maio
Pensões08 de maioNão aplicávelA emissão dos vales é efetuada por ordem alfabética a partir do 1.º dia útil de cada mês

 

8 DE MAIO

8 de Maio foi a primeira data. Os beneficiários do Complemento Solidário para Idosos podem contar com a transferência bancária neste dia e o dinheiro estará disponível em poucas horas. Se pretende efetuar o levantamento através dos CTT também poderá contudo o desfasamento temporal poderá existir tendo de esperar alguns dias.

As pensões também começam a ser transferidas a partir do dia 8 de maio. O mesmo acontece com a emissão dos vales de correio, que começa neste dia. A Prestação Social para a Inclusão é outro dos benefícios a entrar no topo da lista das datas de pagamentos da Segurança Social em maio, como podemos perceber pela tabela a baixo.

 

16 DE MAIO

Segue-se o 16 de maio. Esta data fica reservada para as chamadas prestações familiares. Primeiro, as transferências bancárias; depois, os vales de correio.

Para este mesmo dia está agendado o processamento das prestações dos:

  • subsídios de desemprego; 
  • doença;
  • parentalidade.

As transferências bancárias serão processadas de imediato, porque será um dia útil, mas as cartas-cheque irão estar sujeitas à rapidez dos serviços, como é sabido.

 

23 DE MAIO

Nas datas de pagamentos da Segurança Social em maio ficou para os últimos lugares o processamento do Rendimento Social de Inserção, que só vai ser pago no dia 23. Neste apoio social não está disponível o pagamento por carta-cheque, por isso os serviços vão proceder, no mesmo dia, à ordenação das transferências bancárias e à emissão dos vales de correio – que podem chegar a casa dos beneficiários mais cedo ou mais tarde, dependendo da rapidez dos serviços postais.

Os apoios de Ação Social também estão agendados para processamento no dia 23. Neste caso, além das transferências bancárias, são emitidas também as cartas-cheque para enviar aos beneficiários (não está disponível a opção de pagamento por vale de correio).

28 DE MAIO

Com o final do mês chegam o pagamento da segunda prestação dos subsídios de desemprego, de doença e de parentalidade. Tal como acontece no dia 23 de maio, o processamento das transferências bancárias é feito no próprio dia, mas a emissão das cartas-cheque, ainda que seja igualmente pontual, pode ser acrescida do tempo de entrega dos serviços dos correios.

31 DE MAIO

Para o último dia do mês fica guardado o pagamento dos subsídios e pensões por doença profissional, como é visível na tabela a cima.

Para processar este pagamento há transferências bancárias e vales de correio, que serão enviados para casa dos beneficiários. É expectável que o rendimento só esteja disponível para os beneficiários nos primeiros dias do mês de junho uma vez que o pagamento apenas é processado a 31 de maio.


 

Saber exatamente em que dias a Segurança Social processa este tipo de apoios é importante para que os beneficiários possam saber quando podem contar com o dinheiro na sua conta e ajustar com as suas despesas mensais.

Assim, se é beneficio de um destes apoios supra citados e tem contas para pagar em datas fixas, como a renda da casa ou uma prestação bancária, por exemplo, tome atenção a estas datas.

 

 

 

Avatar

Cristiano Lucas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.